quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

SUGESTÃO DE ENQUETE

SEGUINTES QUESTÕES SOBRE A RELAÇÃO DAS PESSOAS COM O RÁDIO EM SEU DIA-A-DIA,E O CONHECIMENTO ESPECÍFICO DO PAPEL EDUCATIVO DO MESMO.


1) Com que freqüência, habitualmente, VOCÊ ouve o rádio?

A. diariamente
B -de vez em quando
C-raramente

2) Quando ouve o rádio, …

.a- concentra-se nesta atividade
b. tenta ouvi-lo enquanto faz outras coisas
c. liga e deixa tocar sem prestar muita atenção

3) Quando ouve o rádio, em que está interessado (a) ?

a. educação (cursos)
b. informação (notícias)
c. diversão (música, humor)

4) Em sua escola, existem oportunidades para se ouvir o rádio?

a. quase sempre
b. eventualmente
c. raramente ou nunca

5) Dentro de um projeto pedagógico, na sua opinião, o rádio pode ajudar.

a. muito
b. um pouco
c. nada

6) DÊ sugestões de como desenvolve atividades educativas radiofônicas.

,OBS: seria mais viável se essas questões fossem postadas no Fórum.Mas se sentir vontade de responde-las, fique á vontade. Abraços doce.

FELIZ NATAL

Amigo(a),
Todos os dias deste ano, Você esteve presente. Fazendo-me sorrir quando eu mais queria chorar. Todas suas palavras confortaramMeu coração quando eu mais precisei. E é com todo carinho que desejoTudo de bom na sua vida, Um Natal repleto de alegrias. E que todos seus sonhos se tornem realidade nesteE em todos os Natais que ainda virão. Um forte abraço. E Feliz Natal!!!


DESEJO-LHE UM NATAL DE MUITA PAZ .BEIJOS

REFLEXÃO


Reflexão de NATAL

O que é NATAL pra você?
Alguns me responderiam que é uma festa de final de ano, outros diriam até que é uma comemoração do nascimento de CRISTO!
Mas de que vale admirar um ser tão maravilhoso e não ter a capacidade de querer tornar-se semelhante a ele?
A maioria de nós, desfruta de uma 'CEIA' de Natal, somos aconchegados e acalorados pelo Espírito 'FESTIVO' do Natal!
Mas será que nós realmente pensamos em nossos semelhantes como imaginamos?
Será que a imagem que transmitimos à sociedade reflete aquilo que realmente somos?
Muitos passam FOME no Natal, e enquanto estamos cheios de 'ESPÍRITO', esses passam FRIO também!
Quantos de nós, no Natal, lembramos desses ainda que numa simples e humilde prece?
É isso mesmo meus amigos, Natal não só para festejar, Natal para refletir...Que este ano, o 'ESPÍRITO DE NATAL' não se perca apenas em vaidades, pedidos e comemorações, mas que ele possa ser elevado ao verdadeiro propósito do Natal,
' Amar ao próximo assim como JESUS nos amou', este é o verdadeiro ensinamento do 'SALVADOR'.
Tenha um Feliz Natal, um Próspero ANO NOVO e uma IMENSA vontade de mudar... ABRAÇOS.

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

FELICIDADE

Se tudo na vida é relativo,Relativa também é a idéiaQue cada um faz da felicidade.
Para uns, felicidade éDinheiro no bolso,Cerveja na geladeira,Roupa nova no armário.
Para outros, a felicidadeRepresenta o sucesso,A carreira brilhante,O simples fato de se achar importanteAinda que, na verdade, as coisas não sejam bem assim.
Para outros tantos,Ser feliz é conhecer o mundo,Ter um conhecimento profundoDas coisas da Terra e do Ar.
Mas, para mim, ser feliz é diferente.Ser feliz é ser gente,É ter vida,Que como dizia o poeta:"É bonita, é bonita e é bonita..."
Felicidade é a família reunida,É
viver sem chegada, sem partida,É sonhar, é chorar, é sorrir...
Felicidade é viver cercado de amor,É plantar amizade, é o calorDo abraço daquele amigoQue, mesmo distante,Lembrou de dizer: "Alô"!
Ser felizÉ acordar às cinco da matina,Depois de ter ido dormiràs três da madrugada,com sono e pra lá de cansado,só pra dar uma pontinha da cama para o filho dormir.
Ser feliz é ver todo diaUm sorriso de criança.É a música, é a dança,É a paz, é o prazerDe descobrir a cada diaQue a vida se inicia novamente,A cada amanhecer.
Ser feliz é ter violetas na janela,É chá de maçã com canela,E pipoca na panela,É um CD bem mela-mela,Para esquentar o coração.
Ser feliz é curtir sol radiante,Frio aconchegante,Chuvinha ou temporal.Ser feliz é enxergar o outroE, sabe se lá, quantos outros, que cruzam nossa estrada.
Ser feliz é fazer da vidaUma grande aventura,A maior loucura,Um enorme prazer.
Ser feliz é ser amigoMas, antes de tudo, é ter amigos,
Maravilhosos,Exatamente assim:Como vocês!

Muita Paz


Tenha certeza de que ele sempre dá o que você precisa , no momento certo.
Nem sempre o que você deseja é o que você precisa...!
Siga em frente... com fé e coragem..., sem duvidar..., porque o espinho de hoje será a flor de amanhã...! Não fique frustado..., por não ter o melhor que a vida tem para lhe oferecer..., pois Deus permite que você lute para alcançar seu ideal...!
Tudo neste mundo tem o seu tempo..., e cada coisa...,tem a sua ocasião...!!!
Persista... que você... vencerá.

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Olá

Visitei o blog de uma amiga e econtrei várias sugestões ótimas para trabalhar na Alfabetização.Quero compartilhar.DICAS DE ATIVIDADES SOBRE ALFABETIZAÇÃO


Como já estamos chegando ao final do ano letivo, acredito que muitos professores ainda não sabem com que turma vão trabalhar ou se já sabem ainda não pensou no que poderá ser trabalhado em sala de aula. A primeira vista, esta postagem está direcionada aos professores alfabetizadores. Mas como sei que na realidade do nosso País muitos são os alunos que se encontram na metade do ensino fundamental ciclo I e ainda não estão alfabetizados, creio que tais sugestões servirão para todos que tenham interesse em dinamizar tal processo.
Dentro do ciclo de alfabetização, o professor precisa lançar mão de diversas atividades práticas que visem dinamizar tal processo. Pensando nisso resolvi postar sugestões de algumas atividades que achei interessantes e que podem ser uma ferramenta significativa. Tenho certeza que seus alunos irão adorar!

Use jogos educativos nas suas aulas.
- Desenvolva atividades lúdicas com seus alunos.
- Procure introduzir cada novo conteúdo de forma diferente.
- Mude a disposição das cadeiras e mesas na sala de aula.
- Faça os alunos participarem das aulas.
- Troque de ambiente e dê aula no pátio da escola, por exemplo.
- Explore cartazes, vídeos, filmes.
- Traga jornais e revistas para a sala de aula.
- Aproveite todo o ambiente escolar.
- Elabore situações problemas para os seus alunos resolverem.
- Valorize as opiniões de seus alunos.
- Peça sugestões aos seus alunos quando for preparar suas aulas.
- Faça trabalhos em pequenos grupos ou grupos sucessivos.
- Solicite uma avaliação das suas aulas aos seus alunos.
- Incentive e estimule a aprendizagem dos seus alunos.
- Deixe transparecer que você acredita e valoriza o seu trabalho.

1- Jogo dos 7 erros : a profª elabora uma lista de palavras e, em 7 delas, substitui uma letra por outra que não faça parte da palavra. A criança deve localizar essas 7 substituição.

2- Jogo dos 7 erros : a profª elabora uma lista de palavras e, em 7 delas, inverte a ordem de 2 letras (ex: cachorro – cachroro). A criança deve achar esses 7 erros.

3- Jogo dos 7 erros : a profª elabora uma lista de palavras e, em 7 delas, omite uma letra. O aluno deve localizar os 7 erros.

4- Jogo dos 7 erros : a profª elabora uma lista de palavras e, em 7 delas, acrescenta 1 letra que não existe. A criança deve localizar quais são elas.

5- Jogo dos 7 erros : a profª escreve um texto conhecido (musica, parlenda, etc.) e substitui 7 palavras por outras, que não façam parte do texto. O aluno deve achar quais são elas.
6- Jogo dos 7 erros : a profª escreve um texto conhecido (musica, parlenda, etc.) e omite 7 palavras. O aluno deve descobrir quais são elas.

7- Jogo dos 7 erros : a profª escreve um texto conhecido (musica, parlenda, etc.) e inverte a ordem de 7 palavras. O aluno deve localizar essas inversões.

8- Jogo dos 7 erros: a profª escreve um texto conhecido (musica, parlenda, etc.) e acrescenta 7 palavras que não façam parte dele. A criança deve localizar quais são elas.

9- Caça palavras: a profª monta o quadro e dá só uma pista: "Ache 5 nomes de animais" por exemplo.

10- Caça palavras: a profª monta o quadro e escreve, ao lado, as palavras que o aluno deve achar.

11- Caça palavras no texto: dá um texto e destaca palavras a serem encontradas por ele, dentro do texto.

12- Jogo da memória: o par deve ser composto pela escrita da mesma palavra nas duas peças, sendo uma em letra bastão, e a outra, cursiva.

13- Jogo da memória: o par deve ser idêntico e, em ambas as peças, deve haver a figura acompanhada do nome.

14- Jogo da memória: o par deve ser composto por uma peça contendo a figura, e a outra, o seu nome.

15- Cruzadinha: A profª monta a cruzadinha convencionalmente, colocando os desenhos para a criança pôr o nome. Mas, para ajudá-las, faz uma tabela com todas as palavras da cruzadinha em ordem aleatória. Assim, a criança consulta a tabela e "descobrem" quais são os nomes pelo número de letras, letra inicial, final, etc.
16- Cruzadinha: A profª monta a cruzadinha convencionalmente, colocando os desenhos para a criança pôr o nome. Mas, para ajudá-las, faz um quadro com todos os desenhos e seus respectivos nomes, para que a criança só precise copiá-los, letra a letra.

17- Cruzadinha: A profª monta a cruzadinha convencionalmente, colocando os desenhos para a criança escreva seus nomes.

18- Bingo de letras: as cartelas devem conter letras variadas. Algumas podem conter só letras do tipo bastão; as outras, somente cursivas; e outras letras dos dois tipos, misturadas.

19- Bingo de palavras: as cartelas devem conter palavras variadas. Algumas podem conter só palavras do tipo bastão; as outras, somente cursivas; e outras letras dos dois tipos.

20- Bingo: a profª deve eleger uma palavra iniciada por cada letra do alfabeto e distribuí-las, aleatoriamente, entre as cartelas. (+/- 6 palavras por cartela). A profª sorteia a letra e o aluno assinala a palavra sorteada por ela.

21- Bingo: as cartelas devem conter letras variadas. A profª dita palavras e a criança devem procurar, em sua cartela, a inicial da palavra ditada.

22- Quebra cabeça de rótulos: a profª monta quebra cabeças de rótulos e logomarcas conhecidas e, na hora de montar, estimula a criança a pensar sobre a "ordem das letras"

23- Dominó de palavras: em cada parte da peça deve estar uma palavra, com a respectiva ilustração.

24- Ache o estranho: a profª recorta de revistas, rótulos, logomarcas, embalagens, etc. Agrupa-os por categoria, deixando sempre um "estranho" (ex: 3 alimentos e um produto de limpeza; 4 coisas geladas e 1 quente; 3 marcas começadas por "A" e uma por "J"; 4 marcas com 3 letras e 1 com 10, etc.) Cola cada grupo em uma folha, e pede ao aluno para achar o estranho.

25- Procure seu irmão: os pares devem ser um rótulo ou logomarca conhecido e, seu respectivo nome, em letra bastão.

26- "Procure seu irmão": os pares devem ser uma figura e sua respectiva inicial.

(27) Jogo do alfabeto: Utilize um alfabeto móvel (1 consoante para cada 3 vogais).
Divida a classe em grupo e entregue um jogo de alfabeto para cada um.
Vá dando as tarefas, uma a uma:
v levantar a letra ___
v organizar em ordem alfabética
v o professor fala uma letra e os alunos falam uma palavra que inicie com ela.
v formar frases com a palavra escolhida
v formar palavras com o alfabeto móvel
v contar as letras de cada palavra
v separar as palavras em sílabas
v montar histórias com as palavras formadas
v montar o nome dos colegas da sala
v montar os nomes dos componentes do grupo

(28) Pares de Palavras
Objetivo: utilizar palavras do dicionário
Destreza predominante: expressão oral
Desenvolvimento: O professor escolhe algumas palavras e as escreve na lousa dentro de círculos (1 para cada palavra). Dividir a classe em duplas. Cada dupla, uma por vez, dirigir-se-á até a lousa e escolherá um par de palavras formando uma frase com elas. A classe analisará a frase e se acharem que é coerente a dupla ganha 1 ponto e as palavras são apagadas da lousa. O jogo termina quando todas as palavras forem apagadas.

31) Treino de aliterações
Em uma folha com figuras, a criança deve colorir as que comecem com a mesma sílaba de um desenho-modelo (por exemplo, desenho-modelo: casa; desenhos com a mesma sílaba inicial: caminhão, cama, caracol; desenhos com sílabas iniciais diferentes: xícara, galinha, tartaruga). A mesma atividade pode ser depois repetida enfatizando-se a sílaba final das palavras

(32) Treino de consciência de palavras
Frases com palavras esquisitas, que não existem de verdade, são ditadas para a criança, que deve corrigir a frase. Substitui-se a pseudopalavra por uma palavra correta. Por exemplo, troca-se "Eu tenho cinco fitos em cada mão" por "Eu tenho cinco dedos em cada mão". Nesse jogo, palavras irreais são trocadas por palavras que existem de verdade, deixando a frase com sentido. Mostra-se que, ao criar frases com palavras que não existem, essas não têm significado.

(33) Batucando
A professora fala uma palavra e o aluno "batuca" na mesa de acordo com o número de silabas.

(34) Adivinha qual palavra é: A professora fala uma palavra (BATATA) e os alunos repetem omitindo a sílaba inicial (TATA) ou a final (BATA)

35) Lá vai a barquinha carregadinha de ...
A professora fala uma sílaba e as crianças escolhem as palavras.

36) Adivinhando a palavra
O professor fala uma palavra omitindo a silaba final e os alunos devem adivinhar a palavra. (ou a inicial)

(37) Quantas sílabas? Fala uma palavra e a criança risca no papel de acordo com o número de sílabas (ou faz bolinhas)

(39) Descoberta de palavras com mais de um significado
Com essa atividade, os alunos perceberão que palavras iguais podem ter significados diferentes. Ajude-os a formar frases com as palavras: manga, botão, canela, chato; corredor; pena, peça; etc

(41) Escrita com música: 1) dividir os alunos em equipes de 4 elementos; 2) distribuir, entre as equipes, uma folha de papel; 3) apresentar às equipes uma música previamente selecionada pelo professor; 4) pedir que o aluno 1 de cada uma das equipes registre, na folha, ao sinal dado pelo professor, suas idéias, sentimentos, emoções apreendidas ao ouvir a música; 5) solicitar-lhe que, findo o seu tempo, passe a folha ao aluno 2, que deverá continuar a tarefa. E assim sucessivamente, até retornar ao aluno 1, que deverá ler o produto final de todo o trabalho para toda a classe.
Observação: a folha de papel deverá circular no sentido horário.

(42) Conversa por escrito: 1) dividir a classe em duplas; 2) entregar a cada uma das duplas uma folha de papel; 3) pedir às duplas que iniciem uma conversa entre seus elementos (ou pares), mas por escrito.
Observações: 1) a dupla poderá conversar sobre o que quiser, mas deverá registrar a conversa na folha recebida; 2) a dupla não precisará ler sua conversa à classe; apenas o fará se estiver disposta a tanto.
Objetivo específico dessa atividade: ensejar a reflexão sobre as diferenças entre a linguagem oral e a escrita.

(43) Interpretando por escrito: 1) dividir os alunos em equipes de 4 elementos cada uma; 2) numerá-los de 1 a 4; 3) distribuir, entre as mesmas, pequenas gravuras (se possível de pinturas abstratas); 4) solicitar que cada uma das equipes registre, por escrito, o que entendeu sobre os quadros propostos; 5) ler as interpretações obtidas.

(44) Brincando com as cores: 1) dividir a classe em equipes de 4 elementos; 2) numerar os participantes de cada uma; 3) distribuir, entre elas, as cores: atribuir uma cor (vermelho, verde, amarelo, azul, etc.) a cada uma das equipes ou grupos; 4) pedir que cada um dos elementos de cada uma das equipes registre, numa folha de papel que circulará entre os participantes, suas impressões a respeito da cor recebida; 5) solicitar das equipes a leitura das impressões registradas.
Observações: a mesma atividade poderá ser realizada, mas sem a entrega de cores às equipes. Neste caso, cada um dos grupos deverá produzir um pequeno texto sobre uma cor, sem nomeá-la, mas procurando "dar pistas" a respeito da mesma, a fim de que os colegas possam descobri-la. Algumas equipes poderão ler seus textos e, se a cor não for descoberta, o professor poderá organizar uma discussão sobre esse fato, apontando, alguns fatores que talvez tenham dificultado a não identificação. Outra atividade com cores poderá ser a dramatização por meio de gestos, ou mímica, de uma cor escolhida pela(s) equipe(s).

(45) Compondo um belo texto-poema:1) dividir os alunos em equipes ou grupos; 2) indicar a cada uma três substantivos - chave do poema: mar, onda, coqueiro; 3) marcar, no relógio, 10 (dez) minutos para a composição dos poemas; 5) expor, no mural de classe, os textos produzidos pelas equipes.

(46) Cinema imaginário: 1) dividir a sala em equipes ou grupos; 2) apresentar às equipes três ou quatro trechos (curtos) de trilhas sonoras de filmes; 3) solicitar que os alunos imagine m cenas cinematográficas referente às trilhas ouvidas; 4) interrogar os alunos sobre o que há de semelhante e o que há de diferente nas cenas imaginadas por eles.

"A partir das respostas a essas perguntas, o professor discutirá, com os alunos, o papel do conhecimento prévio e o das experiências pessoais e culturais que compartilhamos, para que possamos compreender textos (verbais, não-verbais, musicados,...)

(47) Criação de um país imaginário: 1) dividir os alunos em equipes ou grupos; 2) pedir-lhes que produzam um texto, com ou sem ilustração, descrevendo um país imaginário, de criação da equipe; 3) solicitar que cada uma dessas leia para as demais o texto produzido por ela; 4) afixar, no mural da sala, os textos produzidos pelas equipes.

(48) “Se eu fosse...": 1) dividir a classe em equipes ou grupos; 2) pedir que cada uma complete as lacunas ou pontilhado com o nome de um objeto, animal, planta, personagem ou personalidade humana que gostaria de ser; 3) solicitar que escrevam e/ou desenhem a respeito do que gostariam de ser; 4) pedir que exponham suas produções aos colegas; 5) sugerir que as coloquem no mural ou varal de classe.

49) Homem e natureza ou homem x ecologia: 1) dividir a classe em equipes ou grupos; 2) pedir que ouçam as canções "Sobradinho" – Sá e Guarabira ( disco 10 anos juntos, BME – RCA, CD ou DVD) e "Passaredo" – Francis Hime e Chico Buarque ("Meus caros amigos" – Philips); 3) explicar aos alunos o seguinte: a canção "Sobradinho" trata do rio São Francisco, que nasce na região Sudeste e deságua na região Nordeste do país, e das conseqüências do represamento dessas águas para a população que vivia nos municípios de Remanso, Casa Nova, Santo Sé, Pilão Arcado... com a construção de uma barragem no salto do Sobradinho. A canção "Passaredo", por sua vez, focaliza a destruição da fauna e o desequilíbrio do ecossistema, provocada pelo homem; 4) solicitar às equipes que comentem, escrevam e/ou desenhem sobre o que compreenderam a respeito de cada uma das canções ouvidas por eles.

SUGESTÃO

SUGESTÃO:

NÚCLEO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL


Projetos


1. Definição:
Entendemos por PROJETOS, a elaboração de propostas de estudos integrados que buscam a interdisciplinaridade.
2. Sua estrutura está alicerçada nos seguintes pontos:
¨ Promoção de eventos;
¨ Estudo de temas de interesse geral, buscando sempre que possível, enfocar temas regionais ou locais;
¨ Estudos teóricos práticos buscando a interação com o meio.
¨ Produção de textos;
¨ Divulgação dos resultados em exposição ou outras formas.
3. Sugestões para a confecção de um projeto:
Antes da execução ou mesmo da apresentação de um projeto, o autor ou autores do projeto, devem redigi-lo. Para isso, cada componente do grupo, envolvido no projeto, pode e deve participar para o grupo de discussão, suas idéias e contribuição. Os objetivos, entre outros, sistematizar idéias, deixam-las registradas na intuição, preparar e embasar os componentes do grupo para a discussão, debates e sugestões. Na redação do anteprojeto, considerar, no mínimo, os seguintes tópicos:
A) Justificativa e objetivos:
¨ Para quem se destina o projeto;
¨ Os porquês do estudo;
¨ A importância do projeto;
¨ O que se pretende com os estudos e com o projeto.
B) Desenvolvimento:
¨ Como serão realizadas etapas ou momentos de estudo;
¨ As maneiras como os estudos se darão (teoria e prática);
¨ Forma de avaliação;
¨ Cronograma;
C) Recursos:
¨ Equipamentos audiovisuais (máquina fotográfica, filmadora, retro projetor, vídeo, etc.)
¨ Filmes e fitas;
¨ Textos, material didático ou confecção de apostilas;
¨ Transporte;
¨ Alimentação (caso seja necessário);
¨ Hospedagem;
¨ Outros.

D) Avaliação:
A avaliação deve ser constante durante o processo. E pode haver uma integrada ou isolada.
Alunos e professores devem estar avaliando a proposta e o tipo de estudo realizado, analisando a si e ao grupo. Num último momento, a equipe participante avalia o projeto como todo e, principalmente, a sua atuação enquanto grupo de estudos integrados. Os pontos altos e baixos devem ser levantados e analisados para replanejamento.
A avaliação dos alunos deve estar relacionada com as estratégias de aprendizagem e com os procedimentos relacionais trabalhados no Projeto.


PROJETO DE TRABALHO (UMA SUGESTÃO)


Não se pretende, neste trabalho, discutir ou expor todos os modelos de projetos, sua finalidade, aplicabilidade ou estrutura.
Partindo do princípio de que, na segunda semana da capacitação, será solicitada aos professores cursistas a elaboração e execução de projetos de trabalho, são apresentados abaixo os itens que poderão fazer parte dos mesmos. Ressalta-se, porém, que isso se constitui apenas dados para a construção de um projeto simples havendo, portanto, vários modelos a serem seguidos dependendo do objetivo dos pesquisadores.
1) Apresentação
A apresentação do projeto deve responder à questão quem? Inicia-se com a CAPA para identificar de quem e para quem, contendo:
· Nome da instituição;
· Equipe elaboradora;
· Nome do Projeto;
· Local e data.

2) Objetivos
A especificação do objetivo responde às questões para quê e para quem. E são divididos em:
· Geral – Apresenta a visão global do trabalho a ser desenvolvido. Relaciona-se com o conteúdo e as idéias que permearão as atividades.
· Específico – Apresenta um caráter mais concreto. Tem a função de direcionar o trabalho de modo a permitir que seja atingido o objetivo geral, aplicando este a situações particulares.

3) Justificativa
Este item é importante porque apresenta a resposta à questão Por quê? É o elemento que definirá os motivos pelos quais o grupo pretende desenvolver o projeto. Consiste numa exposição sucinta e clara das razões de ordem teórica e prática que argumentam a favor do projeto. É ela que vai garantir a aceitação do projeto pelas pessoas ou entidades que financiarão o trabalho.
Deve registrar a concepção do grupo em relação ao tema, observando sua importância na realidade cotidiana.

4) Metodologia
A metodologia tem o objetivo de explicar passo a passo como serão realizadas as ações do projeto, abrangendo os itens que responderão às questões:
· Como? A forma de organização e distribuição do grupo (alunos ou professores) que fará a pesquisa. Como será executado, por quem etc..
· Com quê? Refere-se aos recursos tecnológicos e outros que serão utilizados na pesquisa.
· Quando e quanto? Em que momento os alunos farão suas pesquisas. Quanto tempo durará cada fase da pesquisa.

5) Avaliação
Na avaliação, não se deve levar em conta apenas o crescimento ou aprendizagem, mas também, o andamento do projeto como um todo, de modo que o grupo esteja sempre atento para redimensionar as ações previstas, quando houver necessidade de efetuar algumas mudanças.

6) Recursos
Relacionar os recursos que serão lançados mão no desenvolvimento da pesquisa.
· Humanos – referem-se às pessoas que estarão envolvidas na pesquisa direta e indiretamente (escola, bibliotecas, universidades, empresas etc.).
· Materiais – referem-se aos objetos e instrumentos que serão utilizados na pesquisa (livros, revistas, jornais, Internet, filmes, filmadoras, computador, softwares, aplicativos etc.).

7) Cronograma
Nesse item, elaborar a previsão do tempo que será gasto para cada ação ou etapa.

8) Bibliografia
Relacionar as fontes que foram utilizadas na pesquisa.

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Compartilhar com os amigos(as)

NOTÍCIAS DO PORTAL DO PROFESSOR SOBRE NOVAS TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO
Edição 2 - Novas Tecnologias na Educação
Notícias
Lousa digital, carteiras eletrônicas e animações em 3D: ferramentas da escola do futuro
Profª Thaís Rochefort
Autor: Setor de Informática da Escola Mario Quintana
Vídeos
Video-aula mostra como funciona software tridimensional que já está sendo utilizado em 230 escolas.
No quadro negro, as imagens se movimentam com o toque das mãos. Nas tradicionais carteiras, além de cadernos e lápis, as crianças podem acessar a internet. A cena que parece ser de um filme de ficção científica está mais real do que se imagina. Essas e várias outras tecnologias já estão sendo utilizadas em escolas brasileiras.
Em Pelotas (RS), a Escola de Ensino Fundamental e Médio Mário Quintana já aderiu às lousas digitais desde junho do ano passado. Segundo a professora de língua portuguesa da escola, Thaís de Almeida Rochefort, a ferramenta permitiu que os alunos dessem “vida aos conhecimentos”. “Assuntos antes tratados de maneira menos interativa, agora fazem com que os alunos se sintam parte deles, co-autores”, explica. Ela e outros professores têm recebido treinamentos constantes para se adaptar à nova tecnologia. “A cada aula descobrimos novas possibilidades de tornar a escola mais próxima e significativa”, conta, ao ressaltar que a reação dos alunos não poderia ser mais positiva.
Um exemplo de programa que pode ser utilizado na lousa digital é o software em três dimensões. Com ele, os professores podem elaborar aulas interativas, revelando o interior de uma célula, o relevo de um mapa, ou até mesmo os músculos do corpo humano. Basta, por exemplo, tocar o dedo na tela para o sistema solar aparecer e se movimentar.
Desenvolvido pela empresa P3D, em parceria com a Universidade de São Paulo (USP), o Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen) e o Centro Incubador de Empresas Tecnológicas (Cietec), o software já está sendo utilizado em 200 escolas privadas e 30 públicas no Brasil. O programa não tem texto, nem guia de voz, somente imagens de grande qualidade gráfica. Segundo a professora Jane Vieira, executiva da P3D, esta característica é uma vantagem porque as imagens podem ser usadas com qualquer material didático, independentemente de filosofia, pedagogia e didática. Jane Vieira garante que em breve o instrumento será oferecido em software livre, o que permitirá que todas as escolas utilizem gratuitamente.
Já no município de Serrana (SP), cidade próxima a Ribeirão Preto, as carteiras eletrônicas são a novidade. Conhecidas como Lap Tup-niquim, elas dispõem de uma tela sensível a toques, sobre a qual se pode escrever fazer desenhos ou equações. O tampo pode ser levantado, e abaixo dele fica um teclado, caso seja necessário digitar. A CPU do computador fica acoplada embaixo da carteira.
Desenvolvidas em parceria pelo Centro de Pesquisas Renato Archer (Cenpra), de Campinas, instituição do Ministério da Ciência e Tecnologia, e pela Associação Brasileira de Informática (Abinfo), empresa abrigada na Companhia de Desenvolvimento do Pólo de Alta Tecnologia de Campinas (Ciatec), cerca de 300 carteiras eletrônicas já estão sendo utilizada na Escola Municipal Maria Celina. De acordo com Victor Mammana, idealizador do projeto, o diferencial da carteira é justamente a superfície de interação. “Como diz Bill Gates, a próxima revolução não será de conteúdo nem da forma de apresentá-lo, mas, sim, da maneira como o corpo humano irá interagir com a tecnologia”, afirma. O projeto tem apoio da Secretaria de Educação a Distância do Ministério da Educação.
(Renata Chamarelli)
Leia mais
Softwares on-line tornam as aulas mais dinâmicas
Professor usa
Edição 2 - Novas Tecnologias na Educação
Notícias
Blogs: descubra aqui como criar o da sua turma
Vídeos
+
Saiba como criar seu próprio blog com a video-aula do professor Moisés André Nisenbaum (CEFET/RJ)
Autor: Moisés André Nisenbaum
Inúmeros professores já incorporaram o uso do blog a suas atividades didáticas. É mais uma ferramenta que vem sendo utilizada para contribuir no processo de ensino-aprendizagem, estimulando os alunos a escreverem mais. O blog é uma forma rápida e simples de você e seus alunos colocarem na internet as informações que desejam, democratizando o acesso a temas escolhidos por vocês.
O professor Moisés André Nisenbaum, do Cefet-Rio elaborou uma vídeo-aula ensinando a criar um blog. Acesse abaixo.
Para ter mais informações sobre como criar um blog conheça também a seção de Recursos Digitais (blog) neste Portal
(
http://portaldoprofessor.mec.gov.br/link.listAll.action).
Edição 2 - Novas Tecnologias na Educação
Notícias
Softwares on-line tornam as aulas mais dinâmicas
Professor Eziquiel Menta
Autor: arquivo pessoal
Troca de informações, interatividade e colaboração. Estas são as características da segunda geração da rede mundial de computadores, a chamada Web 2.0. Com a utilização de ambientes virtuais, os sites estão deixando de ser estática para se tornarem uma ferramenta mais dinâmica. Blogs, wikis e demais ferramentas on-line que permitem a interação do público estão cada vez mais disseminadas na internet. Ambientes on-line possibilitam a interação não só de internautas como também entre programas.
A utilização destas tecnologias nas escolas segue o mesmo caminho. Apesar de ainda serem minoria, o número de professores que utilizam blogs cresce a cada dia. Há comunidades com mais de 500 professores cadastrados. Da mesma forma, o número de ambientes on-line também está aumentando.
Ao citar mais de 20 ferramentas virtuais, o especialista em informática na educação, Eziquiel Menta, da Secretaria de Educação do Estado do Paraná, destaca a importância de se compreender os benefícios de cada recurso digital. “Estes programas são muito interessantes, mas é necessário saber utilizá-los de forma planejada”, alerta.
Conheça as ferramentas de vídeo, áudio, mapas e redes sociais disponíveis na internet:
Vídeo
Mogulos -
http://www.mogulus.com/ Ambiente possibilita a criação de canais de televisão on-line de forma colaborativa.
UStreamTV -
http://www.ustream.tv/ Programa permite a transmissão de canal de televisão via internet.
You Tube -
http://www.youtube.com/ Site disponibiliza vídeos na internet.
Jumpcut -
http://www.jumpcut.com/ Site permite a publicação, edição e remixagem de vídeos online.
Dotsub.com -
http://audacity.sourceforge.net Ambiente virtual permite acrescentar legendas em vídeos. Pode ser utilizado em aulas de idiomas.

Áudio
Audacity -
http://audacity.sourceforge.net Programa de edição de áudio que deve ser baixado para o computador.
Podcast1.com -
http://www.podcast1.com.br Ambiente virtual de hospedagem e edição de podcasts (programas de rádio que podem ser escutados ou baixados pela internet).
Podmatic -
http://podomatic.com/ Site oferece hospedagem e edição de podcasts na internet.
Louddblog -
http://loudblog.com/ Site oferece hospedagem e edição de podcasts na internet

Mapa
MindMeister.com -
http://www.mindmeister.com/ Ambiente virtual possibilita a criação de mapas conceituais on-line.
CMAP Tools -
http://cmap.ihmc.us/ Ambiente virtual possibilita a criação de mapas conceituais on-line.
Produção Colaborativa
Wiki -
pt.wikipedia.org/ Site permite a produção de textos de forma colaborativa.
Wikimapia -
http://wikimapia.org/ Site utiliza o Google Maps e permite a localização de endereços de forma colaborativa.
Vyew.com -
http://vyew.com Site permite criar webconferência gratuita.

Conheça mais opções acessando a seção Softwares de Edição (
http://portaldoprofessor.mec.gov.br/link.listAll.action)
http://portaldoprofessor.mec.gov.br/newsSoftwareOnLine.action

(Renata Chamarelli)
Leia mais
Lousa digital, carteiras eletrônicas e animações em 3D: ferramentas da escola do futuro
Professor usa criatividade para incentivar alunos
Blogs: descubra aqui como criar o da sua turma
Enquete
Ajude-nos a escolher o tema da próxima edição do Jornal do Professor. É só clicar em uma das opções abaixo!
Espanhol na Escola Material Didático Recreio Criativo
Resultados anteriores
Fim do Conteúdo
Início do Menu
Espaço da Aula
Jornal do Professor
Editorial
Notícias
Espaço do Professor
Seus Direitos
Cultura
Voz do Aluno
Eventos
Entrevista
Fotos
Vídeos
Recursos Educacionais
Cursos e Materiais
Interação e Colaboração
Links
Final do Menu
Navegação
Informações da Página
Como se cadastrar na Plataforma Freire Tv Escola BIOE - Banco Internacional de Objetos Educacionais Domínio Público
Ministério da Educação em parceria com o Ministério da Ciência e Tecnologia

Novas Tecnologias na Educação
Notícias
Professor usa criatividade para incentivar alunos
Professor Jaime Campos
Autor: Fátima Schenini
A busca por novos materiais que pudessem despertar o interesse dos estudantes para o aprendizado de álgebra levou ao computador o professor de matemática e ciências naturais das séries finais do ensino fundamental, Jaime Pereira Antunes Campos, do Centro de Ensino Fundamental da Vila Planalto, no Distrito Federal. Em 2007, navegando na internet, ele encontrou uma apresentação de power point sobre “produtos notáveis”. Adaptou este conteúdo, destinado à sétima série, para a linguagem html, dando início a uma nova etapa em suas aulas.
“Os alunos ficaram mais interessados e mais concentrados. Ficaram também mais solidários, prontos a ajudar os colegas e os professores em caso de dúvidas relativas à informática” , diz Jaime Campos. Ele destaca que a apresentação dos trabalhos foi uma oportunidade para os alunos revelarem seus talentos. “Até então, não tínhamos idéia da desenvoltura que alguns estudantes tinham.” Os alunos trabalharam com planilhas excel e construção de gráficos e os resultados obtidos foram publicados no blog do professor (
http://prof-jaime-matematica.blogspot.com/).
Jaime Campos explica que, neste ano, vai aproveitar a realização das Olimpíadas, na China, para trabalhar conteúdos de matemática. O tema também será aproveitado pelas demais disciplinas. “Os estudantes vão conhecer os países participantes das Olimpíadas, na ótica de cada disciplina. Nas aulas de matemática vão produzir gráficos mostrando dados de renda e população dos países participantes do evento”, diz. Os trabalhos serão feitos em equipe e, no final, serão apresentados em forma de seminário, para todos os professores, valendo como uma das notas do bimestre. No final, serão publicados na internet.
O professor acredita que o uso do computador e da internet na escola reforça a auto-estima dos alunos, possibilita acesso a informações atualizadas, desperta novas habilidades, e abre portas para o descobrimento de vocações, apontando caminhos para o futuro dos jovens estudantes. “Aproveitamos também para abordar outras questões, como direitos autorais. Explicamos aos alunos que as pesquisas na internet não devem ser só na base de copiar e colar, e que é preciso resguardar os direitos dos autores”. (Fátima Schenini)

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Que idéia brilhante amiga Irene.Parabéns

Plano de aula com uso de blog - Irene Viana
PLANO DE AULA UTILIZANDO O BLOGTema: A importância das Tecnologias na EducaçãoTipo: Blog de Pesquisa e AvaliaçãoDe acordo com sua disciplina, criar sua biblioteca virtual, para pesquisa de alunos e professores, por ex: TICs na Educação já deixar um blog elaborado com os temas e os sites para que os professores e os alunos possam pesquisar, direcionando a pesquisa.Atividades: Pesquisa, interação, exemplos de possibilidades do uso pedagógico das TICs na Educação e avaliação.Objetivos: Conhecer e utilizar o Blog na educação, podendo enriquecer a proposta pedagógica dos educadores, uma vez que é uma ferramenta com potencial para reinventar o trabalho pedagógico. Os Blogs ajudam a construir redes sociais e redes de saberes. Pode-se destacar trabalhos em equipe, anotações de aula, discussão e elaboração de projetos acompanhados ou não de imagens. Estas possibilidades, além da facilidade de utilização, organização de conteúdos e comentários, ampliam as possibilidades de complementar as aulas dos professores de forma inovadora e atraente, permitindo estabelecer a interação entre alunos/professores e diferentes tecnologias, através da construção de um blog educacional.Metodologia: Como atuo como professora Multiplicadora no Núcleo de Tecnologia Educacional Municipal de Dourados – MS, vou planejar uma aula utilizando o Blog nos cursos de Formação de Professores para o uso das TICs na Educação. Será criado inicialmente um Blog por mim, como uma “Biblioteca Virtual” para ser postados textos, links de sites relacionados ao tema e sugestões de atividades pedagógicas utilizando as TICs em ambiente escolar. Nesse Blog os professores farão pesquisas e será oportunizado o debate em relação à temática abordada. Será sugerido aos professores a criação de seus Blogs para os alunos interagirem de acordo com suas disciplinas ou áreas de conhecimentos.Avaliação: a avaliação desta atividade será de acordo com a participação e interação dos professores envolvidos.

Compartilhar

Gostaria de compartilhar com os amigos, que hoje iniciamos a segunda etapa da Formação Continuada de matemática do Pró-Letramento. Estou feliz, porque irei adquirir mais conhecimentos significativos. Parabéns as minhas tutoras: Clair Moron, Luci e Edinete pela competencia em compartilhar conosco. Beijos com carinho.

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Mensagem


sugestão



Li os textos dele e achei muito bom.

Parabenizo voce Professor José Manuel Moron ,pela brilhante capacidade de buscar mecanismos de aprendizagem, refletir e compartilhar conosco. Abraços com carinho .



domingo, 25 de outubro de 2009

sugestão de site para trabalhar na sala de aula-

http://www.programaescoladigital.org.br/ - Minissérie de 13 episódios, promovidos pelo Canal Futura, o Instituto Ayrton Senna e a Microsoft, para professores e alunos com o objetivo de estimular a inclusão digital, mostrar exemplos de mobilização social com o apoio da tecnologia, promover a formação de monitores voluntários e fazer da informática uma ferramenta que traga benefícios para o ambiente escolar e a vida comunitária.
Beijos


domingo, 18 de outubro de 2009

OLA

SITE: WWW.mingaudigital.com.br
Muito bom mesmo.
Abraços

SUGESTÕES




·
o Para os pais
Brincando juntos
Comportamento
Saúde
Alimentação
Garanta a segurança!
Viajando
Links bacanas
Como organizar?
Fóruns de Pais
Lazer de pais
Vida Moderna
o Para professores
Cadernos de Atividades e Guias
Mingau Digital em Sala de Aula Parte inferior do formulário



· Comportamento



Como ajudar seus filhos no processo educativo (cartilha)

Por Editora em 21/07/2009
A Cartilha "Como ajudar seus filhos no processo educativo" é disponibilizada pelo MEC com o objetivo de ajudar pais e mães interessados. Tem algumas boas dicas e ilustrações de Ziraldo.
A versão em baixa resolução, você pode baixar aqui no Mingau Digital, clicando no ícone abaixo.
Se quiser uma versão em alta resolução (imprime melhor), baixe no site Educação, do MEC.
para download
Vale a pena verificar também o site http:/www.mingaudigital.com.br

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Homenagem ao Professor

video

VOCE SABIA?


Você sabe como surgiu o Dia do Professor?

O Dia do Professor é comemorado no dia 15 de outubro. Mas poucos sabem como e quando surgiu este costume no Brasil.
No dia 15 de outubro de 1827 (dia consagrado à educadora Santa Tereza D’Ávila), D. Pedro I baixou um Decreto Imperial que criou o Ensino Elementar no Brasil. Pelo decreto, “todas as cidades, vilas e lugarejos tivessem suas escolas de primeiras letras”. Esse decreto falava de bastante coisa: descentralização do ensino, o salário dos professores, as matérias básicas que todos os alunos deveriam aprender e até como os professores deveriam ser contratados. A idéia, inovadora e revolucionária, teria sido ótima - caso tivesse sido cumprida.Mas foi somente em 1947, 120 anos após o referido decreto, que ocorreu a primeira comemoração de um dia dedicado ao Professor.Começou em São Paulo, em uma pequena escola no número 1520 da Rua Augusta, onde existia o Ginásio Caetano de Campos, conhecido como “Caetaninho”.
O longo período letivo do segundo semestre ia de 01 de junho a 15 de dezembro, com apenas 10 dias de férias em todo este período. Quatro professores tiveram a idéia de organizar um dia de parada para se evitar a estafa – e também de congraçamento e análise de rumos para o restante do ano.O professor Salomão Becker sugeriu que o encontro se desse no dia de 15 de outubro, data em que, na sua cidade natal, professores e alunos traziam doces de casa para uma pequena confraternização. Com os professores Alfredo Gomes, Antônio Pereira e Claudino Busko, a idéia estava lançada, para depois crescer e implantar-se por todo o Brasil.A celebração, que se mostrou um sucesso, espalhou-se pela cidade e pelo país nos anos seguintes, até ser oficializada nacionalmente como feriado escolar pelo Decreto Federal 52.682, de 14 de outubro de 1963. O Decreto definia a essência e razão do feriado: "Para comemorar condignamente o Dia do Professor, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo participar os alunos e as famílias". Fontes:Site www.diadoprofessor.com.brSite www.unigente.comSite www.portaldafamilia.org Dia do Professor em outros países:

Estados Unidos: National Teacher Day - na terça-feira da primeira semana completa de Maio.World Teachers’ Day - UNESCO e diversos países - 5 de OutubroTailândia - 16 de JaneiroÍndia - 5 de SetembroChina - 10 de SetembroMéxico - 15 de MaioTaiwan - 28 de SetembroArgentina - 11 de SetembroChile - 16 de OutubroUruguai - 22 de setembroParaguai - 30 de Abril

MENSAGEM :.


Oração do Professor



Senhor!Deste-me a vocação de ensinar e de ser professor.
É meu compromisso educar,comunicar e espalhar sementes, nas salas de aula da escola da vida.
Eu te agradeço pela missão que me confiastee te ofereço os frutos de meu trabalho.
São grandes os desafios no mundo da educação, mas é gratificante ver os objetivos alcançados, na trajetória para um mundo melhor.
Quero celebrar a formação de cada aprendiz na felicidade de ter aberto um longo caminho.
Quero celebrar as minhas conquistas exaltando também o sofrimento que me fez crescer e evoluir.
Quero renovar cada dia a coragem de sempre recomeçar.
Senhor! Inspira-me na minha vocação de mestre e comunicador.
Dá-me paciência e humildade para servir,procurando compreender profundamente as pessoas que a mim confiaste. Ilumina-me para exercer esta função com
amor e carinho.
Obrigado, meu Deus, pelo dom da vida e por fazer de mim um educador hoje e sempre.
Amém!

MENSAGEM

O Grandioso Valor de Um Professor


Você tem um valor grandioso professor, cumprindo o seu papel de ensinar, de levar conhecimento à pessoas que os terão aplicados e aprendidos pelo o resto da vida.
O que seria do maior de todos os seres se não existisse o professor, onde estariam os médicos, engenheiros, diplomatas, enfim se não pudesse contar com a sua atuação.
Pensando dessa maneira fica mais fácil perceber o quanto você é importante, tem valor e precisa cada vez mais ter um lugar de destaque.Agradeço-lhe por tudo, inclusive pela dedicação ao ensinamento, pelo dom que tão bem aplica.A quem tanto faz para o bem da humanidade, os meus parabéns pelo o dia do professor.Continue a dar bons frutos!!!
PARABÉNS À TODOS OS PROFESSORES!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Beijos

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Quarta-feira, 10 de Junho de 2009

TÉCNICAS PARA MEMORIZAR VERSÍCULO
Jogo do Eco
O Professor diz o verso; a turma toda ecoa. O professor então deve dizer alguma característica, por exemplo: olhos azuis, os meninos, as meninas, cabelos castanhos - assim ao dizer o verso, somente as crianças que tem a característica mencionada devem ecoar o versículo.Com BolaForme um círculo com as crianças e deixe que joguem uma bola entre si; ao comando do professor, devem parar o jogo e aquela que estiver com a bola deve dizer o versículo (pode-se estipular que a criança que está de cada lado da que tem a bola deve dizer o verso também).
Esconde-esconde
Escreva cada palavra do verso em um pedaço de papel ou outro objeto. Divida a turma em 2 grupos. Um grupo esconde as palavras e o outro deve encontrá-las e arrumar o versículo. Para dificultar você pode acrescentar algumas peças com palavras que não fazem parte do versículo daquele dia.
Com fantoches
Um fantoche deve dizer o verso com alguns erros e perguntar as crianças "Acertei?". As crianças o corrigem e dizem o verso correto; o fantoche tenta novamente e erra em outro trecho; sendo novamente corrigido. Repita algumas vezes, mas pare antes que as crianças enjoem da brincadeira.Seu mestre mandou...Seu mestre mandou: falar o versículo enquanto pula; falar o versículo segurando a ponta do nariz; com a mão no joelho; fazendo caretas; etc..
Casas numeradas.
Desenhe com gi
uma "casa" no chão para cada criança; numere de 1 a 6, mesmo que os números se repitam. Toque uma música e enquanto isso as crianças devem passear ou dançar. Ao parar cada criança deve ocupar uma casa (não pode ter mais de uma criança em cada casa). Peça a uma delas que jogue um dado (você pode fazer um bem grande com uma caixa de papelão ou pedaço de espuma firme) e as crianças que estiverem na casa com o mesmo número do sorteado devem falar o versículo.Apague uma palavraEscreva o versículo todo no quadro. Leia com as crianças o versículo todo. Apague uma palavra, leia novamente, apague outra palavra, e assim sucessivamente até apagar tudo.Você pode pedir que as crianças venham ao quadro para apagar ou apagar mais de uma palavra de cada vez de acordo com a dificuldade do verso.
.Variação -
apagar letraS
Escreva o versículo todo no quadro. Leia com as crianças o versículo todo. Peça as crianças que escolham uma letra e apague-a de todas as palavras onde ela aparece. Pode ser mais fácil para crianças pequenas, que embora ainda não estejam alfabetizadas, já reconhecem algumas letras soltas.

SUGESTÃO DE CALENDÁRIO


NETIQUETA

NETIQUETA

O QUE É ???

A Netiqueta é o nome que se dá ao conjunto de regras de comportamento e estilo na Internet. Aqui, apresentamos algumas dicas para você se apresentar bem na comunidade virtual, evitando problemas na comunicação e criando um ambiente de harmonia e bom senso na convivência com milhões de usuários da Web.
Ou vai dizer que você nunca cometeu uma gafe na internet ou é pessoa finíssima no meio virtual? Como em todos lugares, na Web também é preciso saber se comportar, agir e comunicar. Para não dar uma mancada.com é melhor usar o bom senso e conhecer alguns princípios básicos de etiqueta. O código de boas maneiras no mundo virtual evita mal-entendidos, ajuda a formar uma boa imagem do usuário e afasta a fama de inconveniente virtual, ou “mala”, se preferir. No livro “net.com.classe” (Ed. Melhoramentos), a autora Claudia Matarazzo comenta o comportamento adequado neste novo mundo!

- E-mail
- Listas e grupos de discussões
- Citações
- Chat
- Links
- Fale conosco
- Página principal

E-MAIL:

O e-mail tem uma série de convenções de uso, próprias à sua linguagem:

- Para enfatizar uma palavra, digite-a entre asteriscos (*assim*).
- Uma palavra em letras maiúsculas e interpretada como grito ( ASSIM ). Assim sendo, nunca envie mensagens escritas só com maiúsculas (é como se o usuário estivesse gritando).
- O uso de abreviações é comum em mensagens informais.
- Não envie e-mails em massa e, sobretudo, não reenvie mensagens “corrente” para outros usuários. Essa atitude satura os servidores e, por conseqüência, toda a Internet.
- Se, por necessidade, enviar uma mensagem para várias pessoas, procure colocar os endereços no campo “CCO” (Com Cópia Oculta) e ponha o seu próprio endereço no campo “Para”.
- Cumprimente a(s) pessoa(s) que receberão a mensagem no início do e-mail e despeça-se com cordialidade, incluindo seu nome, cargo/função, telefone e cidade, assim como você faria em uma carta comum.
- O tom predominante nos e-mails deve ser a informalidade, a exceção é o uso profissional do correio eletrônico, que deve ser um pouco mais formal. Contudo, ‘informal’ não quer dizer ‘no tapa’. Sempre revise os e-mails à caça de erros de português e, principalmente, de digitação.
- Evite o uso exagerado de “smiles” ou “emoticons”. Muitas pessoas podem não compreender, ao certo, o significado de algumas expressões tais como: :-); :-(, entre outros.
- Seja breve em sua mensagem. Procure ser suscinto, colocando apenas aquilo que realmente é interessante.
- O e-mail deve ter um assunto que reflita o conteúdo da mensagem.
- Evite transmitir arquivos muito pesados por e-mail. Lembre-se que nem todo mundo possui banda larga e, em alguns casos, espaço em disco suficiente para receber arquivos grandes.
- Evite, sempre que puder, o uso de cores e fontes diferenciadas nos e-mails. Esses recursos tiram um pouco a seriedade do texto e correm o risco de cair no puro e simples mau-gosto.
- Demorar demais para responder um e-mail é considerado uma grande falta de educação ou, pelo menos, de interesse. A maioria das pessoas agüenta 24 sem irritação. Com 48 horas já surge sensação de abandono.
- Evite termos chulos ou palavras impróprias. Nunca escreva o que você não gostaria de receber.
- Evite mensagens demasiadamente curtas ou demasiadamente longas.

Topo
Página inicial

LISTAS:

Para tornar uma lista sempre atrativa e interessante, algumas atitudes de compreensão, gentileza e cortesia na Net devem ser seguidas:

- Algumas listas possuem registro das mensagens que já circularam. Sempre verifique nestes registros se a sua dúvida já foi respondida, assim você evita repetir questões já resolvidas.
- Ao escrever, lembre que está escrevendo para várias pessoas, que podem enviar a sua mensagem para muitas outras listas, portanto muita gente pode receber a sua mensagem. Assuntos com fundo político, religioso ou étnico devem ser tratados com especial cuidado. Envie somente mensagens que sejam de interesses da maioria. As experiências pessoais em coisas de interesse comum são bem vindas.
- Procure responder as mensagens que recebe o quanto antes. Quando responder uma mensagem, elimine o máximo da mensagem anterior. Só repita (ou seja, só faça "quote") a parte necessária para que o assunto tenha continuidade.
- Seja claro e objetivo. Produza textos de leitura fácil. Considere abordar apenas um assunto por mensagem. Cuide da correção ortográfica e gramatical. Separe os parágrafos com linhas em branco. Evite "assinaturas" longas demais, com desenhos.
- Ao responder mensagens, especialmente em listas e grupos, deixe claro qual mensagem e quais questões está respondendo.
- Em listas e newsgroups sempre se atenha ao assunto e aos propósitos da lista de discussão.
- Após receber respostas sobre uma consulta feita a uma lista de discussão ou newsgroup é de bom tom resumir as respostas recebidas, enviando de volta à lista.

Topo
Página inicial

CITAÇÕES:

É sempre de bom grado oferecer os créditos de algum material retirado da Internet. Essa atitude valoriza a criação de obras intelectuais ao reconhecer a autoria e contribui para a ampliação do debate e das pesquisas em torno do assunto.

Para citar um documento retirado da Internet, inicie a citação com o nome do autor (se disponível) no formato da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). Em destaque, deve ser informado o título do trabalho. Continue com informações relevantes como o nome do site, a URL específica do documento e a data de acesso. É importante colocar a data do acesso pois na Internet os documentos eletrônicos podem ser alterados com certa periodicidade.

Exemplo de citação com dados fictícios:

SILVA, João. Como fazer citações de documentos da Internet. Site X, Disponível em http://www.nomedosite.com.br, Acesso em 8 abr 2005.

Baseado na Norma 690-2 da ISO – International Organization for Standardization.

Topo
Página inicial

CHAT

A palavra Chat em inglês significa bate-papo. Não deriva da palavra chato! Você deve respeitar algumas regras de etiqueta eletrônica para não se tornar desagradável e perturbar os outros participantes do chat. O funcionamento e as regras de cordialidade no chat (ou bate-papo, como preferir) são muito parecidos com os dos emails. O que já falamos para o email vale para chat e mensageiros eletrônicos. Só algumas diferenças básicas:

- Numa sala de bate-papo, velocidade é fundamental. Seu parceiro não vai se sentir à vontade esperando 5 minutos até que você digite uma dissertação de mestrado simplesmente para responder à clássica pergunta ‘como você é?’
- Evite repetir a mesma mensagem nas salas de chat. Essa repetição pentelha é chamada de flood. Se você mandar vinte vezes seguidas que mora no Amapá e se chama Antônio, será expulso da sala.
- Não faça propaganda: é chato, além de atrapalhar a conversa alheia.
- Use de algum cuidado quando se estiver referir a alguém na brincadeira. Na net, nem sempre é fácil perceber as atitudes das pessoas através apenas do que teclam, e a sua atitude pode ser mal interpretada ou ferir susceptibilidades.
- Algumas abreviaturas usadas na net podem ser confusas para utilizadores menos experientes. Use-as com moderação - e, se necessário, será boa idéia explicar o seu significado.
- Seja paciente e auxilie os novatos. Você também já foi assim, lembra-se?
- Respeite a liberdade dos outros e utilize o seu bom senso.
- Tente dizer menos asneiras (vernáculo) do que os concorrentes do Big Brother!
- Sorria muito!! :)

Topo
Página inicial

LINKS

Para saber mais visite os sites que visitei:

http://www.cultura.ufpa.br/dicas/net1/lis-neti.htm

http://www.webroom.com.br/infonet/netiqueta.aspx

http://delas.ig.com.br/materias/248001-248500/248234/248234_1.html
Dez regras de ouro da internet.

e netiqueta

domingo, 27 de setembro de 2009

MENSAGEM

EU RITHIERY, FILHO DA PROFESSORA MARIA JOSE, QUERO DIZER QUE TENHO MUITO ORGULHO EM TER UMA MÃE EXEMPLAR COMO VC. MÃE, TE ADMIRO MUITO, POIS O MOMENTO QUE TEM PARA DESCANSAR, A SENHORA FICA ESTUDANDO, ADQUIRINDO CONHECIMENTOS MARAVILHOSOS PARA PODER TRANSMITIR AOS SEUS ALUNOS. MÃE, MINHAS PALAVRAS SUMIRAM.......ÉS TÃO PRECIOSA E COMPETENTE NAQUILO QUE FAZ, EM TODOS OS ASPECTOS, NO TRABLAHO E EM CASA COM NÓS SEUS FILHOS. SOU MUITO FELIZ E REALIZADO POR TER UMA MÃE COMO A SENHORA.BEIJOS.
DESCULPEM OS ERROS, É A PRIMEIRA VEZ QUE FAÇO COMENTÁRIOS EM UM BLOG. NÃO TINHA COMO PEDIR AJUDA A MINHA MÃE, POIS QUERIA FAZER UMA HOMENAGEM, UMA SURPRESA.
BEIJOS MAMÃE QUERIDA MARIA JOSE , POPULAR MARY.

COMPARTILHAR

GOSTARIA DE COMPARTILHAR, QUE DIAS 24 e 25 DE SETEMBRO, ESTIVEMOS REUNIDOS NA SEMED, COM AS COORDENADORAS CLAIR E LUCI, NILDA E ELINETE, PARA TRATARMOS ASSUNTOS REFERENTE AO PAE(PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO ESCOLAR), ONDE ADQUIRIMOS CONHECIMENTOS SOBRE LETRAMENTO E ALFABETIZAÇÃO , FORTALECENDO A AUTONOMIA TEÓRICA E METODOLÓGICA, ESTABELECENDO DIÁLOGO ENTRE PROFISSIONAIS, PARA QUE HAJA A CADA DIA QUALIFICAÇÃO DO TRABALHO COM ALFABETIZAÇAÕ, METODOLOGIA DIFERENCIADA DA CLASSE DO ENSINO REGULAR E TROCA DE EXPERIÊNCIAS COM OFICINAS, CONFECÇÃO DE MATERIAL, ETC. FOI UM ENCONTRO EXTRAORDINÁRIO. PARABÉNS Á TODOS DA SEMED, EM ESPECIAL A CLAIR, LUCI, NILDA E ELINETE.
ABRAÇOS COM CARINHO.

MENSAGENS DE AUTO AJUDA E ESTIMA ELEVADA.




Não entregue a direção de sua vida a ninguém

Tome a tua
vida em tuas mãos, e não entregue a direção dela a ninguém. Por mais que te amem, por mais que desejem o teu bem, só você é capaz de saber o que realmente sente. E aquilo que você passa de impressão para os outros.Nem sempre corresponde ao que vai na sua alma. Quantas vezes você já sorriu, para disfarçar uma lágrima teimosa? Quanta vez quis gritar e sufocou o pranto? Quanta vez quis sair correndo de algum lugar?E ficou por educação, respeito ou medo. Quantas vezes tudo o que você desejou era apenas um abraço. Um consolo, uma palavra amiga e só recebeu ingratidão? Quantos passos foram necessários para chegar?Até onde você chegou? Criticar é fácil, mas usar o seu sapato ninguém quer, vestir as suas dores ninguém quer. Saber dos seus problemas, só se for por curiosidade. Por isso, não entregue a sua vida nas mãos de ninguém, nada de acreditar que sem essa ou aquela pessoa, você não vai viver. Vai viver sim, o mundo continua girando e, se você deixar, pode te trazer algo muito melhor. Pegue a direção da sua vida e aponte para onde a placa diz "caminho do sol", bem na curva da felicidade, que te espera sem pressa, para viver com amor e intensidade, a paz, a harmonia e a felicidade.
Não entregue a direção de sua vida a ninguém
Tome a tua vida em tuas mãos, e não entregue a direção dela a ninguém. Por mais que te amem, por mais que desejem o teu bem, só você é capaz de saber o que realmente sente.E aquilo que você passa de impressão para os outros.Nem sempre corresponde ao que vai na sua alma. Quantas vezes você já sorriu, para disfarçar uma lágrima teimosa? Quantas vezes quis gritar e sufocou o pranto? Quantas vezes quis sair correndo de algum lugar?E ficou por educação, respeito ou medo.Quantas vezes tudo o que você desejou era apenas um abraço. Um consolo, uma palavra amiga e só recebeu ingratidão? Quantos passos foram necessários para chegar?Até onde você chegou? Criticar é fácil, mas usar o seu sapato ninguém quer, vestir as suas dores ninguém quer. Saber dos seus problemas, só se for por curiosidade.Por isso, não entregue a sua vida nas mãos de ninguém, nada de acreditar que sem essa ou aquela pessoa, você não vai viver.Vai viver sim, o mundo continua girando e, se você deixar, pode te trazer algo muito melhor. Pegue a direção da sua vida e aponte para onde a placa diz "caminho do sol", bem na curva da felicidade, que te espera sem pressa, para viver com amor e intensidade, a paz, a harmonia e a felicidade.
Alex de Oxossi
Mensagem: Frases de Superação
Mensagens Auto Ajuda e Estima,
“De vez em quando é importante fazer uma parada, afastar-se, Visite:
Mensagens, Papel de Parede, Videos ficar só e simplesmente ser você mesmo.”Autor: (Eileen Caddy)
“A auto-estima é o resultado da superação dos fracassos. Aqueles que têm elevada auto-estima foram postos à provapela
vida, superaram os problemas e cresceram.”Autor: (David Jansen)
“Caminhe a passos firmes e decididos, com a profunda certezade atingir todas as metas estabelecidas e de alcançar todos osobjetivos.”Autor: (Eileen Caddy)
“Por que destruir a felicidade do presente em nome de umatristeza distante que pode jamais chegar?Pois cada tristeza tem muitas sombras, a maioria delas feitaspor nós mesmos.”Autor: (Sydney Smith)
“Quanto maior a sua coragem, menos você se sente inclinadoao desânimo e à perda da esperança.”Autor: (Dalai-Lama)“O homem só consegue descobrir novos oceanos



SUGESTÃO QUE RECEBI DA MINHA FORMAÇÃO EM TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO.

O que é um Sistema Operacional?
Um sistema operacional (SO) é formado por um conjunto de programas e rotinas computacionais que têm como objetivo criar uma camada de abstração entre o usuário (seja ele uma pessoa ou um aplicativo) e o hardware.
Além de abstrair ao usuário toda a complexidade de funcionamento do hardware, o SO é um gerenciador de recursos. Ele é responsável por controlar quais aplicações pode ser executado, quando os recursos (memória, disco, periféricos) podem ser utilizados, o sistema de arquivos, entre outras tarefas.
Existem vários sistemas operacionais, entre eles os mais utilizados normalmente, em computadores domésticos são o Microsoft Windows, o Linux e o Mac OS.
Apresentação
Conteúdos



Tutorial Windows XPTutorial Windows 98Tutorial GNU/LINUX

Apresentação
Conteúdos


O Windows XP é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft. Sua primeira versão foi lançada em 2001, mas atualmente é encontrado na versão Home (para uso doméstico) ou Professional (com mais recursos, voltados ao ambiente corporativo). A função do XP é comandar todo o trabalho do computador através de vários aplicativos nele presentes, oferecendo uma interface de interação com o usuário bastante rica e eficiente. Procure conhecer detalhadamente os recursos desse sistema operacional. O XP possui uma porção de acessórios muito úteis embutidos, tais como editor de textos, programa para desenho, programas de entretenimento (jogos, música e vídeos), acesso a internet e gerenciamento de arquivos.


WINDOWS 95/98







O que é Linux?


Linux refere-se a qualquer sistema operacional do tipo Unix que utiliza o núcleo (kernel) Linux. É um dos mais proeminentes exemplos de desenvolvimento com código aberto e de software livre. O seu código fonte está disponível sob GPL para qualquer pessoa utilizar, estudar, modificar e distribuir livremente. O termo GNU/Linux referencia aos sistemas operacionais Linux que utilizam programas de sistema GNU.
O kernel Linux foi criado em 1991 por Linus Torvalds, então um estudante finlandês, e hoje é mantido por uma comunidade mundial de desenvolvedores (que inclui programadores individuais e empresas como a IBM, a HP e a Hitachi), coordenada pelo mesmo Linus, agora um desenvolvedor reconhecido mundialmente.


Linus Torvalds
O Linux adota a GPL, uma licença livre - o que significa, entre outras coisas, que todos os interessados podem usá-lo e redistribuí-lo. Aliado a iversos outros softwares livres, como o KDE, o GNOME, o Apache, o Firefox, os softwares do sistema GNU e o OpenOffice.org, o Linux pode formar um ambiente moderno, seguro e estável para desktops, servidores e sistemas embarcado.
Tux, o logo e mascote do Linux





Acima você vê 3 telas do sistema operacional Linux em ambiente PC desktop. Mas o sistema funciona em dezenas de outras plataformas, desde mainframes (computadores de grande porte) até relógios de pulso, passando por várias arquiteturas: Intel, StrongARM, PowerPC, Alpha etc., com grande penetração também em dispositivos embarcados, como handhelds, vídeogames e centrais de entretenimento.
O sistema operacional Linux (ou GNU/Linux)
Logo que Linus Torvalds passou a disponibilizar o Linux, ele apenas disponibilizava o kernel (núcleo) de sua autoria juntamente com alguns utilitários básicos. O próprio usuário devia encontrar os outros programas, compilá-los e configurá-los e, talvez por isso, o Linux tenha começado a ter a fama e sistema operacional apenas para técnicos. Foi neste ambiente que surgiu a MCC (Manchester Computer Centre), a primeira distribuição Linux, feita pela Universidade de Manchester, na tentativa de poupar algum esforço na instalação do Linux.
Hoje em dia, um sistema operacional Linux completo (ou uma "distribuição de Linux") é uma coleção de softwares (livres ou não) criados por indivíduos, grupos e organizações ao redor do mundo, tendo o Linux como seu núcleo. Companhias como a Red Hat, a Novell/SUSE, a Mandriva (união da Mandrake com a Conectiva), bem como projetos de comunidades como o Debian, o Ubuntu, o Gentoo e o Slackware, compilam o software e fornecem um sistema completo, pronto para instalação e uso.
As distribuições de GNU/Linux começaram a ter maior popularidade a partir da segunda metade da década de 1990, como uma alternativa livre para os sistemas operacionais Microsoft Windows e Mac OS, principalmente por parte de pessoas acostumadas com o Unix na escola e no trabalho. O sistema tornou-se popular no mercado de servidores, principalmente para a Web e servidores de bancos de dados, inclusive no ambiente corporativo - onde também começou a ser adotado em desktops especializados.
No decorrer do tempo várias distribuições surgiram e desapareceram, cada qual com sua característica. Algumas distribuições são maiores outras menores, dependendo do número de aplicativos e sua finalidade. Algumas distribuições de tamanhos menores cabem em um disquete com 1,44 MB, outras precisam de vários CDs, existem até algumas que tem versões em DVD. Cada uma tem seu público e sua finalidade.
Veja também a questão O que é uma distribuição de Linux.
Download ou aquisição do Linux
Embora provavelmente a forma mais fácil de obter o Linux seja através dos CDs distribuídos como brinde em diversas revistas nacionais (escolha sempre uma versão recente!), o jeito mais fácil de obter sua cópia sem desembolsar nada a mais é através do download de imagens ISO, que são arquivos (geralmente por volta de 650MB cada um) trazendo o conteúdo completo de um CD-ROM, prontos para serem gravados em um CD, permitindo assim que você obtenha cópias idênticas de um CD original. Verifique na ajuda do seu programa favorito de gravação de CDs como fazer para gravar a partir de uma imagem ISO - quase todos os programas populares dispõem deste recurso, e a operação em geral é simples.
Algumas distribuições (como o Knoppix e o brasileiro Kurumin) são especialmente disponibilizadas na forma de Live CDs, capazes de rodar diretamente do CD e dispensando instalação no disco de seu computador - é uma boa forma de ter seu primeiro contato.
Como o Linux é um software livre, a maior parte dos produtores disponibiliza imagens ISO contendo exatamente o mesmo conteúdo dos CDs vendidos em lojas ou na Internet, e você pode fazer o que quiser com elas. Você pode procurar suas imagens ISO no site de sua distribuição preferida - às vezes será necessário fazer o download de mais do que uma imagem, e em outros casos o download da primeira imagem é obrigatório, e o das outras é opcional. Raras são as distribuições que não disponibilizam imagens ISO de instalação.
Se preferir, procure no site linuxiso.org, cuja especialidade é apontar links para imagens ISO dos CDs das distribuições de Linux do mundo todo.
Como se trata de um download grande (uma distribuição em 3 CDs corresponde a quase 2GB de dados), certifique-se de ter espaço suficiente no seu HD, e utilize um bom gerenciador de download.
Artigo adaptado de: CAMPOS, Augusto. O que é Linux. BR-Linux. Florianópolis, março de 2006.Veja Artigo completo
Referências
BR-Linux
The Linux Home Page at Linux Online
Linux.com: The Enterprise Linux Resource
Linux - Wikipédia
Linux - Wikipedia, the free encyclopedia
The Linux Documentation Project
Escolhendo, obtendo e gravando o Linux: como fazer o download ou comprar
O que é uma distribuição de Linux

PROJETO SOBRE O TRÂNSITO

“PROGRAMA FAÇA UM AMIGO NO TRÂNSITO”

O QUE É?
Nas unidades escolares que apresentam um fluxo mais intenso de trânsito em seu entorno é importante e necessário um trabalho ostensivo de orientação para o trânsito. Um dos objetivos principais desse trabalho é o de abordar os pais, os alunos, professores e todos os envolvidos com a escola para garantir que a segurança dos estudantes seja uma ação compartilhada.

OBJETIVOS;
O Projeto Travessia Segura visa ordenar o trânsito nas escolas com maior movimento de veículos e que causam maior impacto no sistema. A fiscalização dos Agentes de Trânsito deve coibir a formação de filas duplas, o estacionamento irregular, disciplinarem o embarque e desembarque de alunos, orientarem a travessia de pedestres e a operação de semáforos, garantindo e facilitando o acesso às escolas.
O acompanhamento do trânsito principalmente nos horários de saída dos alunos no entorno das escolas, deve garantir a segurança das crianças e jovens que freqüentam as instituições de ensino além de promover a conscientização dos motoristas que trafegam pelas áreas escolares

ESCOLA ATENDIDA; ALVARO BRANDÃO NO BAIRRO JOÃO PAULO II NA CIDADE DE DOURADOS-MS.
DIRETORA; ANA AMÉLIA.
ALUNOS; DO ENSINO FUNDAMENTAL.
AÇÕES;
Além do controle, da fiscalização e da orientação do trânsito no entorno das escolas, um Agente de Trânsito Palestrante passará por todas as salas de aula do ensino fundamental nas escolas atendidas pelo projeto, para orientar e conscientizar as crianças e os jovens, sobre as questões relativas à segurança no trânsito.

PARTICIPAMOS DE UMA BLITS EDUCATIVA COM ALUNOS, NA AVENIDA MARCELINO PIRES. FOI MUITO BOA E PRODUTIVA. OS ALUNOS PARTICIPARAM ATIVAMENTE. NA MINHA SALA DE AULA, COM O PAE, REALIZAMOS PROJETO ‘SEJA UM AMIGO NO TRÂNSITO’’. SE ALGUÉM SE INTERESSAR POSSO POSTAR O PROJETO.